O Mendigo e o vira-lata

Na tarde daquele final de semana que antecedia o Natal, um mendigo e sua cachorrinha, inseparáveis, caminhavam a passos lentos pelo centro da cidade.  Ele, cabelos brancos, barba desalinhada, roupas e sapatos surrados, e aparência cadavérica. Ela, uma pequena vira-lata, pêlos pretos e curtos, aparentemente bem alimentada. Eram quase invisíveis no meio da multidão apressada,... Continue lendo →

Anúncios

Um médico, um paciente e um abismo

Deitado no leito de um apartamento hospitalar, ainda se recuperava da anestesia peridural. Tinha acabado de sair da cirurgia e escutava com dificuldade o que o médico dizia: — A cirurgia foi excelente! Serão necessárias seis semanas de gesso, além de fisioterapia… Daqui uma semana está marcado o seu retorno. Até lá, evite se movimentar. Mas, veja... Continue lendo →

1 de janeiro de 2018

2018! Chego na minha 4a década de vida. Reflito que nesta jornada da própria existência, possivelmente, a maior parte do caminho já tenha sido percorrido. Deprimente? Talvez…mas procuro uma outra perspectiva e vislumbro a ideia confortante de pertencer ao ciclo natural das coisas, com início, meio e fim. Pensar no tempo que passou e no... Continue lendo →

Taça vazia

Artificialidades e uma garrafa de vinho vagabundo sobre a mesa. Não era apenas a sua taça que estava vazia...Queria ser feliz a partir de uma realidade banal e, entre tragos, apenas tangenciava a vida.

Quais as suas não-metas para 2018?

Inventei de fazer uma lista de metas para 2018. Me surpreendi em não ser capaz de ir além da primeira, “Viver mais". Banal? Talvez , mas para mim com um grande significado. Afinal, para "viver mais", fui obrigado a refletir sobre uma lista de metas “às avessas", com sinal trocado, ou seja, daquilo que preciso... Continue lendo →

Verde, amarelo e vermelho

Verde, amarelo e vermelho. Foi por meio destas cores que estabeleceu sua conexão com o mundo. Logo, descobriu o significado de ser desprezado e, em pouco tempo, toda a matéria prima da qual era feita sua inocência se decompôs. Se tornou relevante à sua maneira.

Abstinência

De súbito, angústia, irritação e urgência. Tudo passou quando encontrou o que mais precisava... uma tomada elétrica. Foi apenas mais uma crise. Afinal, sua vida cabia no bolso e tinha baixa autonomia.

2+2=5

Achava que era o resultado de uma equação matemática. Planejou tudo como uma linha reta. Até descobrir que na vida 2+2 = 5. Seu mundo caiu. Sentiu-se perdido. Mal sabia ele que acabava de se encontrar...

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑