Tóxico….

Em 2018, a palavra do ano conforme dicionário Oxford foi "tóxico". Mais do que seu sentido literal, relacionado a algo venenoso, tóxico foi amplamente utilizado para dar sentido a qualidade das mais diversas formas de relações humanas. Uma excelente escolha para 2018...

Anúncios

Estamos nós sujeitos à loucura do emaranhado de significados de outrem?

No final século XVIII, o poeta William Blake escreveu: "Se as portas da percepção se desvelassem, cada coisa apareceria ao homem como é, infinita. Pois o homem se enclausurou a tal ponto que apenas consegue enxergar através das estreitas frestas de sua gruta". Hoje, quase 200 anos depois, a ciência tem evidenciado que Blake estava... Continuar Lendo →

Rápido e Devagar…

Finalizada a leitura! Daniel Kahneman nos faz refletir que, por mais que acreditemos em nossa racionalidade, a maior parte das escolhas que fazemos ocorre a partir de um nível extremamente superficial de consciência, numa condição de conforto cognitivo, de forma puramente associativa em relação a experiências pretéritas. Kahneman mostra ao longo desta obra que o... Continuar Lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑