Para cada pessoa, um poente há…

Desconfie daqueles que, com tintas de convicções, querem um mundo monocromático… Afinal, a realidade tem as cores que representam a nossa própria individualidade, ....e para cada pessoa, um poente há...

Anúncios

Um quadro de aula vazio, de uma sala vazia, é como um pouco sou….

Um quadro de aula vazio, de uma sala vazia, é como um pouco sou.... Um espaço que preencho com linhas tortas, traçadas de forma efêmera, a partir da fragilidade de um giz... Uma insana tentativa de dar significado a tudo aquilo que percebo com limitados sentidos.... Através deste quadro serei apenas superficialmente interpretado... Clareza e... Continuar Lendo →

Pela cidade, caminho…

Pela cidade, caminho... Chove, mas tudo é árido. O sol brilha, mas tudo é sombra. A noite desejo as estrelas, mas as luzes nunca se apagam. Há vozes, mas não dizem nada. Só me resta caminhar. Não sei para onde, apenas caminhar. Pela cidade, caminho... Mas tudo continua no mesmo lugar.

Introspecção e poesia!

Introspecção e poesia! Assim resumo o livro “As Três Marias”, de Rachel de Queiroz, que foi publicado em 1939. A autora nos apresenta Maria Augusta e suas duas amigas, Maria José e Maria Glória, que se conhecem em um internato e lá passam a infância e a adolescência. Como as estrelas que brilham no céu,... Continuar Lendo →

Aceito minhas contradições…

Aceito minhas contradições... Convivo com meus conflitos... Reconheço que verdades absolutas aprisionam... Não tenho respostas prontas... Meu silêncio não é de indiferença... É apenas a expressão de um abismo, no qual tudo demora para chegar ao fundo.

O mistério das coisas

"(...) O mistério das coisas? Sei lá o que é mistério! O único mistério é haver quem pense no mistério. Quem está ao sol e fecha os olhos, Começa a não saber o que é o sol E a pensar muitas coisas cheias de calor. Mas abre os olhos e vê o sol, E já... Continuar Lendo →

Lápide de um cientista

Aqui jaz um pesquisador, Testou hipóteses Definiu métodos Analisou dados Por fim, conseguiu encontrar a lógica que procurava... Mas não o que realmente de sua vida queria. Descanse em paz!

Acasos e escolhas…

Um dia de chuva Uma simples resposta Uma lágrima....ou um sorriso Sem perceber, nos tornamos uma versão irrecuperável de nós mesmo. São os acasos e escolhas... Matéria-prima do que chamamos destino.

Blog no WordPress.com.

Acima ↑